Haiti e os corpos em decomposição

Pessoal, infelizmente houve a tragédia ocorrida no Haiti. Após o lamentável grande número de mortos, atualmente a nova situação difícil é com a imensa quantidade de corpos dispostos a céu aberto.

O que acontece: o Haiti está sob um calor intenso e isso acelera a decomposição. Estão retirando rapidamente os corpos (por meio de tratores e caminhões, como tem sido divulgado intensamente pelos meios de comunicação) sem qualquer verificação da identidade das pessoas que fatalmente perderam a vida. Uma das justificativas da retirada apressada não é apenas pela decomposição dos corpos, mas pelo risco de epidemias que os mesmos podem causar as pessoas. Isso tem sido divulgado a exaustão e, de tanto ouvir, decidi pesquisar a respeito.

Há uma espécie de cartilha da ONU chamada “Management of Dead Bodies in Disaster Situations” (Manejo (?) de Corpos em Situações de Desastres) – que você pode obter o PDF gratuitamente clicando aqui (em inglês) – e lá há um capítulo chamado “Myths” (Mitos) onde se explica que o risco de epidemias por corpos em decomposição não é possível. Decidi então traduzir um trecho pra ficar bem fundamentado:

“A razão que corpos mortos apresentam um risco limitado à saúde é porque quando um corpo entra em decomposição, a sua temperatura cai rapidamente. Até mesmo os vírus e bactérias mais resistentes morrem rapidamente em um animal que tenha falecido recentemente. Isto faz com que seja extremamente difícil para microorganismos em se transferirem a vetores e de vetores para populações humanas.”

“…Pesquisas científicas ainda não conseguiram relacionar a presença de corpos em decomposição como a causa de uma epidemia em nenhum dos recentes desastres ou em situações com um grande número de fatalidades”

Não estou defendendo ou criticando as práticas utilizadas com os corpos no Haiti. Até porque, ainda não faço idéia de como isso poderia ser feito e é uma situação complexa demais, acredito que a população do Haiti esteja fazendo o máximo de sua condição. Apenas estou comentando, como biólogo, uma informação que a própria ONU contesta. Se deveriam fazer diferente? Não sei. Deixo pra vocês nos comentários.

Estou me sentindo um Mythbuster agora.

Eu só os conheço de vista. Nunca assisti.

———————————————————

Atualização 01:00: Só pra pedir desculpas pela tradução. Não tenho praticado muito o inglês recentemente. =D

Anúncios

~ por Moisés Lisbôa em 16/01/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: